Logotipo ACIA Online

Formulário de Consulta

CÓDIGO SENHA

Produção de grãos deve crescer de 20,6% a 22,6% na safra 16/17 em MS

A produção de grãos de Mato Grosso do Sul deve crescer de 20,6% a 22,6% na safra 2016/2017 em relação ao ciclo anterior, passando de 13,767 milhões de toneladas para um patamar entre 16,603 milhões de toneladas e 16,870 milhões de toneladas.

Os dados são do segundo levantamento da safra divulgado nesta quinta-feira (10), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), e praticamente reiteram as informações da projeção anterior, divulgada em outubro pela empresa pública.

O levantamento reitera que as duas principais culturas agrícolas de Mato Grosso do Sul, a soja e o milho, devem ter aumento de produção. A previsão aponta até que o cereal deve retomar da oleaginosa o “título” de maior produção do estado, que perdeu no ciclo passado em decorrência da quebra da safra.

Em relação a soja, a Conab reafirma que nesta nova temporada deve ocorrer um aumento da área cultivada de 1% a 4%, passando de 2,430 milhões de hectares para um número entre 2,454 milhões de hectares e 2,527 milhões de hectares, e ainda um incremento de produtividade de 3,4%, com a quantidade colhida subindo de 2.980 quilos por hectare para 3.080 quilos por hectare.

Com mais área e um rendimento melhor, a produção deve passar de 7,241 milhões de toneladas para um patamar entre 7,559 milhões de toneladas e 7,783 milhões de toneladas.

Quanto ao milho, a companhia prevê para a primeira safra (verão), aumento de 40% a 60% na área, que deve passar de 16 mil hectares para um tamanho entre 22,4 mil e 25,6 mil hectares e uma queda da produtividade de 3,5%, de 9.000 quilos por hectare para 8.686 quilos por hectare, o que deve resultar em uma safra entre 194,6 mil toneladas e 222,4 mil toneladas, índices de 35,1% a 54,4%, respectivamente, de acréscimo frente aos 144 mil toneladas da temporada anterior.

Já para a segunda safra (inverno ou safrinha), a Conab indica que deve ser cultivada a mesma área do ciclo passado, 1,665 mil hectares, mas a produtividade deve crescer 39,7%, de 3.679 quilos por hectare para 5.138 quilos por hectare, o que deve fazer com que a produção salte de 6,125 milhões de toneladas para 8,554 milhões de toneladas, um aumento de 39,7%.

Somando as duas safras de milho, o estado deve colher, entre 8,749 milhões de toneladas e 8,777 milhões de toneladas, um volume que deve ser entre 39,6% e 40% maior que o do ano agrícola anterior.

tópicos:



<< Voltar

Sede própria, localizada na Rua José Barbosa de Oliveira, 475
Centro - Cassilândia/MS
CEP: 79540-000

Horário de atendimento:
Segundas a Sextas-Feiras, das 8h às 18h. Sábados, das 8h às 12h.

Telefone: (67) 3596-1522
Telefone: (67) 8148-1958
CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK SIGA-NOS NO TWITTER YOUTUBE
DESENVOLVIDO POR SOPHUS TECNOLOGIA